Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Estudante realiza intercâmbio em universidade gaúcha
Início do conteúdo da página Notícias

Estudante realiza intercâmbio em universidade gaúcha

Francisco Maciel dos Santos participou de estágio de um mês na Universidade do Vale do Taquari (Univates).
  • Assessoria de Comunicação, com informações do campus
  • publicado 07/05/2019 10h09
  • última modificação 07/05/2019 10h10

O aluno Francisco Maciel dos Santos, do curso de Licenciatura em Biologia do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Buriticupu, realizou durante o mês de abril um intercâmbio/estágio na Universidade do Vale do Taquari (Univates), em Lajeado – Rio Grande do Sul. O estudante foi contemplado pelo Edital PRPGI nº 146/2018, que tem como um dos objetivos “possibilitar a interação entre pesquisadores do IFMA e de instituições de excelência em pesquisa no território nacional”.

Atualmente, Francisco Maciel é bolsista de Iniciação Científica/ CNPq desenvolvendo o projeto de pesquisa intitulado “Comunidade de libélulas (Insecta, Odonata) em lagoas naturais e artificiais no município de Buriticupu – MA: relação entre o uso do solo e riqueza faunística”. O estágio realizado foi de 30 dias (01 a 30 de abril de 2019) no Laboratório de Ecologia e Evolução da Univates, sob orientação do professor Dr. Eduardo Périco e sua equipe.

“O intercâmbio junto à Univates foi possível devido à parceria existente entre o Périco e meu orientador no IFMA, o professor Reinaldo Cajaiba. Além disso, escolhi a Univates devido à vasta experiência dos pesquisadores no desenvolvimento de pesquisas sobre libélulas”, relata Francisco Maciel.

As atividades realizadas pelo aluno incluíram desde coletas, triagem e classificação das amostras coletadas, além de treinamento/ capacitação relacionada à taxonomia. De acordo com Francisco, “o estágio foi de fundamental importância para minha formação acadêmica e também pessoal, pois tive a oportunidade de conhecer melhor as metodologias que podem agregar conhecimento tanto para meu projeto quanto para minha Instituição de ensino”.

De acordo com seu orientador, professor Reinaldo Cajaiba, “esse intercâmbio foi muito importante para o amadurecimento científico, social e cultural do aluno. É uma oportunidade única para os alunos de iniciação científica dar seus primeiros ‘passos’ na vida acadêmica, aprendendo com pesquisadores que são renomados na área”.

registrado em:
Fim do conteúdo da página